A edição de 22 de agosto da Entertainment Weekly traz uma prévia com os principais lançamentos do cinema dos Estados Unidos, entre setembro e dezembro desse ano.

Chloë Moretz, que estreará “Laggies” e “O Protetor” no país no mesmo dia, 26 de setembro, ganhou destaque especial na revista, com uma pequena entrevista publicada.

Scans > 2014 > Entertainment Weekly (EUA) – Agosto

A REBELDE
CHLOË GRACE MORETZ

Chloë Grace Moretz interpretou uma assassina (“Kick-Ass”), uma colegial super-protegida com poderes telecinéticos (“Carrie, A Estranha”), e uma violoncelista presa entre a vida e a morte (“Se Eu Ficar”). Mas uma adolescente normal? Nem tanto. “Eu estava prestes a dizer ‘Sombras da Noite’, mas interpretei um loba nele”, diz Moretz, rindo. “Eu não as acho interessantes”.

No entanto, em “Laggies”, a estrela de 17 anos interpreta uma crível adolescente que vive com seu pai solteiro (Sam Rockwell) e faz amizade com uma mulher de 20 e poucos anos fugindo de suas responsabilidades adultas (Keira Knightley). “Foi um dos sets mais relaxantes em que já estive”, ela diz. “Às vezes nós filmávamos. Outras vezes estávamos apenas conversando”. Moretz adorou a estética de baixo orçamento da diretora Lynn Shelton. Ela também pulou na chance de trabalhar com Knightley, um de seus ídolos da tela. “Meu irmão e eu estávamos sempre delirando com ela sobre como sempre fomos obcecados”, diz ela, acrescentando que ela viu “Orgulho e Preconceito” “cerca de um bilhão de vezes”.

Moretz não consegue mais tempo inativo para assistir filmes esses dias. Ela interpreta uma vítima de tráfico sexual ao lado de Denzel Washington em “O Protetor”, em setembro, e breve começa a filmar “The 5th Wave”, baseado no aclamado romance de Rick Yancey sobre uma sobrevivente a uma invasão alien mortal, de 16 anos.

Na vida real, Moretz parece ter o grão interior para navegar uma paisagem que pode ser mais assustadora que qualquer distopia: Hollywood. Tome, por exemplo, sua posição sobre audições. “Honestamente? Não tenho medo de competição”, ela diz. “Estou disposta a lutar por qualquer coisa que me sentir apaixonada. Se eu acho que sou a melhor garota para o trabalho, vou deixá-los saber disso”. Como alguém tão jovem se torna tão autoconfiante? “Oh, só sou confiante quando se trata do meu trabalho”, ela diz com uma risada. “Coloque-me numa sala com um grupo de jovens de 15 anos e eu não sei como vou agir”.

# Entrevista, Galeria, Laggies, Scans, The Equalizer