Chloë Moretz conversou com a vista Total Film no Festival de Sundance, onde está para promover “Laggies”, e além de falar rapidamente sobre o filme, contou sobre seu desejo de ver uma super-heroína realmente forte no cinema.

“Seria muito bom ter uma no sistema Marvel. Seria ótimo ter mais do que até mesmo Scarlett [Johansson como Viúva Negra], porque a Viúva Negra ainda ‘usa o spandex e empina seus peitos, este é um mundo de homens'”, ela considerou.

“Acho que o que será é a Mulher Maravilha. Acho que a Mulher Maravilha é alguém que pode ser capaz de entrar e fazer algo muito legal”.

“Muitas das personagens femininas são escritas dessa forma nos quadrinhos, de serem submissas, muito sexualmente conduzidas. Elas são a criptonita!”

“Acho que a Mulher Maravilha foi um daqueles personagens que realmente foi um personagem feminino forte. O mais próximo que conseguimos para isso é Mulher Gato com Michelle Pfeiffer”.

Quando perguntada se ela consideraria nessa posição até sua própria franquia de super-heróis, depois de interpretar Hit Girl em “Kick-Ass” e “Kick-Ass 2”, ela foi cautelosa.

“Com certeza, se é o papel certo”, disse ela.

Nesse meio tempo, Moretz meteu-se na comédia ao lado de Keira Knightley, em “Laggies”, o filme de Lynn Shelton sobre uma mulher de 28 anos, sem direção (Knightley), que diz ao namorado que está indo embora em um retiro e em vez disso vai viver com uma adolescente (Moretz) e seu pai (Sam Rockwell).

“Me apaixonei pela ideia e a história”, disse Moretz. “É um filme muito engraçado, mas tem que tom. É uma crise dos vinte anos”.

Fonte

# Entrevista, Laggies