Sejam bem-vindos ao Chloe Moretz Brasil, sua principal fonte sobre a atriz americana, conhecida pelos papéis de Hit-Girl em Kick-Ass, Mia em Se eu Ficar e Cassie Sullivan em A 5ª Onda. O CMBR é um site feito de fã para fã, com o objetivo de informar e entreter aqueles que acompanham a carreira de Chloe. Sintam-se livres para desfrutar e compartilhar nosso conteúdo, que varia desde fotos, vídeos, notícias, à matérias traduzidas. Voltem sempre!

Chloe Moretz levou para casa o prêmio de “Atriz de Drama” no Teen Choice Awards 2015, que rolou ontem à noite em Los Angeles, Califórnia. Durante os bastidores na press room após receber sua prancha, Chloe deu conselhos aos mais jovens e disse qual é a pior coisa em ser adolescente.

Chloe Moretz levou um Teen Choice Award de Atriz de Drama nesta noite por sua atuação em Se Eu Ficar (e também o Award de Mais Bem Vestida do Yahoo Style por seu look gótico da Gucci) e a jovem de 18 anos deu um sábio conselho para seus colegas.

A atriz agradeceu a seus fãs por seu apoio interminável e, em seguida, ofereceu algumas palavras de sabedoria na sala de imprensa nos bastidores após a sua vitória. “É difícil, porque eu ainda sou uma adolescente, por isso é difícil conversar com outros adolescentes e dizer-lhes como devem se sentir ou o que deveriam estar fazendo“, Moretz admitiu quando perguntada sobre que conselho ela tinha para outros adolescentes. “Mas eu acho que a minha coisa mais importante é amar a si mesmo e ser você mesmo. Especialmente no meu negócio e como eu cresci, eu fui puxada em tantas direções diferentes e diziam que eu precisava ser isso e precisa ser aquilo. Eu precisava ser mais magra. Eu precisava ser mais loira. Eu precisava parecer com isso. Eu precisava chorar melhor na tela. O melhor conselho que minha mãe sempre me dá é que se você não está feliz, não o faça, se você está feliz, faça, se isso te faz sorrir e você puder acordar de manhã e parecer si mesmo no espelho.

A atriz, que mencionou que está atualmente trabalhando em Vizinhos 2 com Seth Rogen, recebe um lote de uma boas orientações de sua mãe. Moretz foi perguntada para contar as melhores e as piores coisas sobre ser uma adolescente e ela teve uma não-tão-séria – e então uma resposta muito séria. “A pior coisa [sobre ser uma adolescente] é acne“, a atriz riu. “Essa é a pior coisa de ser uma adolescente! Eu ainda tenho que lidar com isso todos os dias. A melhor coisa sobre ser adolescente é que não temos todo o peso sobre os nossos ombros que vamos ter quando estivermos mais velhos. Seja jovem e seja livre. Estou aprendendo mais sobre isso todos os dias. Eu tomo muita responsabilidade e fico tipo, ‘Mãe!’ E ela é como ‘Eu te disse. Basta ser uma garota. Não seja muito séria, enquanto você ainda pode.

E quanto para onde esse troféu de prancha gigante está indo? “Eu estou definitivamente indo diretamente para Zuma e as ondas,” Moretz brincou. “Não, eu não sei surfar. Eu devo colocá-lo em minha casa.

Fonte | Tradução: Bruna Rafaela – CMBR

QRqvbfS

Em entrevista ao IGN, Mark Millar – responsável por Kick-Ass – falou sobre a possibilidade de um longa baseado na personagem Hit-Girl que poderia ter acontecido, e ainda revelou que não há futuros planos para o personagem de Kick-Ass, tanto nos quadrinhos quanto na telinha. Veja abaixo trechos da matéria.

“A jornada de Dave Lizewski tinha que ter um fim, porque da maneira que eu olhei é que se você não tem o dinheiro do Batman, ou os super poderes do Super-Homen, você vai acabar morto muito rápido” Ele explicou. “Pensando nisso eu tive que chegar a uma conclusão. Para as pessoas que ainda não leram o livro eu não quero estragar a surpresa, mas Kick-Ass 3 será o fim da história de Dave.”

“Agora Mindy é uma outra história, poderiam acontecer outras coisas com Mindy.” Comentou o criador. “Com o Dave acabou, é isto. E para mim também está tudo acabado, provavelmente.”

Millar revelou também que é muito improvável que um aconteça um novo Kick-Ass levando em conta que o último, Kick-Ass 2, não conseguiu igualar o seu antecessor nas bilheterias, rendendo abaixo do esperado.

“Com Kick-Ass 1 sabíamos que faríamos um segundo filme, já que ele custou US$28 milhões e obteve US$100 milhões nas bilheterias, e em seguida, US$140 milhões de TV e DVD, então não foi uma surpresa, certamente haveria um Kick-Ass 2. No segundo o custo do filme foi um pouco menor, US$24 milhões, mas o filme fez apenas US$60 milhões e com o dinheiro obtido da TV o filme teve pouco lucro. Não chegou a perder dinheiro. Mas será que houve lucro o suficiente para um terceiro filme? Acho que sempre deve-se ouvir a audiência, e se as pessoas não saíram em massa para ver o filme, significa que não há audiência.”

Finalmente Millar ainda comentou um pouco sobre uma possível tentadora possibilidade de um filme solo da Hit-Girl.

“Antes de Kick-Ass 2 ser lançado, nós conversamos sobre a possibilidade de um filme sobre a Hit-Girl. Nós inclusive conversamos com um diretor. Eu estou muito filosófico sobre o assunto – eu fiz meus livros e estou muito feliz com meu trabalho e com os filmes. Se algo acontecer – ótimo.”

Fonte – Tradução: Fabio – CMBR

O site Papelpop divulgou hoje uma entrevista realizada com Chloe onde ela fala sobre o filme “O Protetor” (que estreia hoje nos cinemas brasileiros) e música. Confira abaixo a entrevista.

Papelpop: Onde você está nesse momento?
Chloe Grace Moretz: Eu estou no Festival de Toronto. Vim aqui para divulgar “O Protetor”.

Legal! Eu já vi você em outros festivais divulgando “Clouds of Sils Maria”, “Se Eu Ficar”… Você tá virando a rainha dos festivais!
(risos) Olha, é difícil arranjar tempo para fazer todos os festivais, mas é tão legal quando você realmente quer fazer tudo para divulgar o filme que você fez. Dá orgulho. Então vale a pena demais toda essa loucura.

Vamos falar de “O Protetor”. Você ficou com inveja do Denzel Washington? Ele é quem senta a porrada em todo mundo no filme e você que costumava fazer isso em “Kick-Ass” e “Carrie” ficou só assistindo…
Ah, mas foi legal ser essa pessoa que não fez todas as cenas de ação. A Teri é uma personagem introspectiva. Na minha opinião também pode ser divertido ser aquela mais quieta, que não participa das lutas. Eu adorei a personagem por isso.

Qual é o seu filme favorito do Denzel Washington?
Adoro o “Dia de Treinamento”. É o meu favorito. Esse filme também é do Antoine Fuqua, que nos dirigiu em “O Protetor”.

O personagem dele é quase uma figura paterna da sua personagem. Dá pra dizer que Denzel também é assim fora das câmeras?
Foi ótimo trabalhar com ele. Denzel é muito legal e profissional. Nós nos demos muito bem nas gravações e ele me deu bastante espaço.

Tem algum momento que ficou na sua memória?
Minha cena favorita de gravar com ele foi quando… Espera… Estava com medo de spoilers, mas esse não é um e eu posso falar. A gente estava andando por uma ponte numa das cenas e comentando da diferença que é ver o mundo quando ele está de dia ou de noite. Foi um momento legal de gravar com ele.

 

Leia mais

Uma pequena entrevista de Chloe foi divulgada no site da revista Atrevida. Confira abaixo.

Quais foram os seus pensamentos quando você se aproximou da história de Se eu Ficar?
Eu amei! Amei a história! Amei a personagem e a sua força e ambição. Ela é mais do que apenas a namorada de alguém. Mia é alguém que tinha uma vida pela frente e sabia muito bem o que quieria mesmo sendo tão jovem e eu estava totalmente aberta para me conectar com ela. E outra: eu adoro fazer filmes para adolescentes. Gosto de atuar em longas que os meus amigos possam ir junto com as suas mães.

Qual foi a sua reação ao ler o livro?
Lágrimas. Quando eu descobri que a história foi inspirada na história de uma amiga da autora, aquilo se tornou tão real para mim e me fez encarar a história de uma maneira bem mais ampla do que apenas um livro. A história tocou o meu coração.

Nos conte um pouco mais sobre Mia, sua personagem no filme.
Ela é uma jovem garota que já tem um pé na vida adulta, mas continua muito inocente. Ela é uma menina que sabe o que quer e vai atrás para consegui-lo. Ela não planejava entrar em uma relação amorosa, mas acaba conhecendo um cara e se apaixona por ele. No decorrer da história, ela acaba ficando dividida entre os seus dois amores: o namorado e a música, o que acaba gerando alguns conflitos.

Como foi trabalhar com o ator Jamie Blackley?
Jamie é um cara muito legal, uma ótima pessoa. Nós acabamos nos tornando grandes amigos e o resto acabou ficando muito fácil. Nos divertimos muito. Durante as filmagens, fizemos muitas coisas divertidas, como ir a uma pista de patinação e um show de rock. Foi bem divertido.

Qual foi a sua reação ao ver o filme pronto? Você teve alguma surpresa?
Eu amei! Constatei que aquele realmente era um filme muito bom. Eu o vi junto de minha família e meu agente e percebi que todo mundo havia amado. A história ficou tão fiel com a do livro e eu amei isso. A maior surpresa ficou por conta do final. Quando o filme terminou eu fiquei tipo: ‘Oh, meu Deus’!

Também foi divulgado um vídeo com cenas exclusivas do filme com comentários de Chloe, Jammie, do diretor R.J. Cutler e da produtora Alison, falando da importância da música no filme. Assista abaixo.

Fonte





Chloë Moretz Brasil é um fansite não-oficial sem fins lucrativos. Não possuímos nenhum contato com a Chloë, seu agente, sua família, amigos, etc. Pedimos que os arquivos traduzidos pela equipe do site, assim como conteúdos pesquisados e editados por nós, sejam sempre creditados quando usados em outro site. Se há algo seu aqui e você gostaria que nós retirássemos, por favor entre em contato conosco antes de tomar qualquer ação legal.