Sejam bem-vindos ao Chloe Moretz Brasil, sua principal fonte sobre a atriz americana, conhecida pelos papéis de Hit-Girl em Kick-Ass, Mia em Se eu Ficar e Cassie Sullivan em A 5ª Onda. O CMBR é um site feito de fã para fã, com o objetivo de informar e entreter aqueles que acompanham a carreira de Chloe. Sintam-se livres para desfrutar e compartilhar nosso conteúdo, que varia desde fotos, vídeos, notícias, à matérias traduzidas. Voltem sempre!

O USA Today publicou hoje matéria sobre “A 5ª Onda”, com comentários de Chloë Moretz, do diretor J Blakeson e de Rick Yancey, autor do livro que deu origem ao filme. Leia a tradução a seguir.

Garotas geralmente têm outras coisas suficientes para se preocupar do que com extraterrestres disfarçados tentando acabar com a humanidade.

Chloë Grace Moretz estrela como Cassie Sullivan, uma colegial de 17 anos, que tem de enfrentar um mundo destruído para encontrar seu irmão perdido e lutar contra os vis Outros, no filme sci-fi “A 5ª Onda” (nos cinemas dos EUA em 15 de janeiro). O thriller é dirigido por J Blakeson (“The Disappearance of Alice Creed”) e adaptado do primeiro livro (2013) da trilogia jovem-adulto de Rick Yancey.

“Adolescentes sempre se sentem como se o mundo estivesse acabando, e, neste caso, isso acontece para ser verdade”, diz Blakeson. “É a história de uma garota crescendo, entrando na vida adulta antes que ela esteja pronta”.

No filme, os Outros chegam em grandes naves espaciais para uma população mundial desavisada, mas em vez de atacar marcos e monumentos, eles têm intenções mais sinistras. Primeiro, emitem uma explosão de pulso eletromagnético para jogar a sociedade no caos, em seguida, eles causam enormes maremotos para aniquilar as principais cidades costeiras, espalhando uma epidemia que mata milhões. Finalmente, revelam que têm habitado corpos humanos secretamente, para minar a humanidade de dentro para fora.

A misteriosa quinta onda, porém, é o golpe mortal final de malevolência dos Outros, e Cassie, já tendo lidado com a tragédia, é forçada a deixar de lado sua antiga vida para sempre, para salvar seu irmão mais novo quando ele é sequestrado.

“Como todos os adolescentes, ela quer ser independente e estar longe de seus pais e se apaixonar, e ela quer que a ação e aventura e coisas aconteçam para ela”, Blakeson explica. “Ela pega todos os seus desejos, mas os recebe da pior maneira possível”.

Quando Cassie, suja e quase feroz, anda em um posto de gasolina aparentemente abandonado no início do filme, Moretz “era muito parecida com o personagem, da forma como eu imaginava suas reações a essa situação”, diz Yancey, cujo livro final da trilogia “5ª Onda”, “The Last Star”, será lançado em 24 de maio de 2016. (O segundo romance, “The Infinite Sea”, foi lançado no ano passado.)

Moretz imagina que a adaptabilidade de Cassie é uma de suas maiores forças. “Qualquer que seja a situação em que ela é colocada, ela vai trabalhar duro o suficiente para tentar ser a melhor que pode nisso”.

Ron Livingston e Maggie Siff estrelam como pais de Cassie, Zackary Arthur é seu irmão, Sammy, e Liev Schreiber interpreta o líder militar Coronel Vosch.

Um trio de atores em ascensão têm papéis importantes opostos a Moretz na franquia global “5ª Onda”: Evan Walker, interpretado pelo novato britânico Alex Roe, é um estranho enigmático que salva a vida de Cassie, embora ela se pergunte o quão confiável ele é; Maika Monroe (“It Follows” (“Corrente do Mal”)) é Ringer, um exímio atirador e um dos muitos jovens recrutados em um exército para combater os Outros; e Nick Robinson, de “Jurassic World” (“Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros”), co-estrela como Ben Parish, primeira paixão de Cassie na escola e estrela do futebol, que é agora um soldado isolado apelidado de “Zombie”.

Ben acaba tendo duas personalidades muito diferentes ao longo do filme, diz Blakeson. “Ele simplesmente não quer se preocupar com as pessoas, porque todas as pessoas com quem ele se preocupou, ele perdeu”.

Ele também é inicialmente o garoto idílico de Cassie, diz Moretz. No entanto, “ela encontra uma parte nova de si mesma e se torna uma mulher, que é quando ela conhece Evan e percebe que a segurança e a proteção de um homem se torna sua principal atração”.

Há interesses românticos, mas Moretz se conecta o sofrimento emocional de Cassie de maneira mais profunda.

“Ela ainda não se importa muito com o triângulo amoroso no qual ela está”, diz a atriz. “Isso é mais parecido comigo, no sentido de que eu poderia dizer ‘Ugh, eu poderia me importar menos sobre os dois meninos. Definitivamente, me preocupo mais com o meu irmão”.

Fonte | Tradução: Cristina – CMBR

Chloë Moretz Brasil é um fansite não-oficial sem fins lucrativos. Não possuímos nenhum contato com a Chloë, seu agente, sua família, amigos, etc. Pedimos que os arquivos traduzidos pela equipe do site, assim como conteúdos pesquisados e editados por nós, sejam sempre creditados quando usados em outro site. Se há algo seu aqui e você gostaria que nós retirássemos, por favor entre em contato conosco antes de tomar qualquer ação legal.